No início deste ano, a Deep Water Games anunciou que estava lançando Rat Queens: To the Slaughter, um jogo de tabuleiro baseado na premiada série de quadrinhos criada para Image Comics por Kurtis Wiebe, e agora Nerdist está recebendo uma olhada exclusiva a primeira expansão do jogo. O próximo jogo, projetado por Erica Hayes-Bouyoruis (jogo de miniaturas Steven Universe) e Sen-Foong Lim (Lenda de Korra), inclina-se para a família encontrada e as vibrações de irmãs em quadrinhos ao colocar os jogadores em um deck cooperativo. construir cenário para enfrentar um chefe. O jogo tem seus jogadores escolhendo a partir da lista de Rainhas, cada uma com seu próprio deck e poderes exclusivos. Mas eles devem trabalhar juntos para cumprir metas e talvez lidar com as consequências de suas ações.

Mas fãs hardcore de Rat Queens como eu podem ter notado um rosto bem grande faltando na programação. Não há sombra na formação inicial do Queens, mas é preciso homenagear o brutal bárbaro Orc Braga. Embora Braga não seja um membro original das Rat Queens, ela é uma personagem importante no enredo dos primeiros quadrinhos. Ela empresta sua espada para ajudá-los após a morte de seu esquadrão, os Pêssegos. Sua eventual introdução no grupo é uma mera formalidade no momento em que acontece. No final da temporada dos quadrinhos, Braga continua como membro; ela até assume a tarefa de treinar um substituto quando um dos personagens iniciais se afasta.

Jogos Deep Water

A omissão de Braga no jogo parecia gritante para mim. Por um lado, Braga foi revelada em uma história em quadrinhos única como tendo sido designada como homem ao nascer, tendo saído da página antes de sua primeira aparição em Rat Queens # 1. Isso traz uma perspectiva muitas vezes invisível ao cenário da fantasia. Mas a história de Braga não é sobre ser transgênero, é simplesmente um detalhe sobre seu passado.

Acontece que os criadores de Rat Queens: To the Slaughter não tinham intenção de deixar este personagem vibrante para trás, e eles informaram a Nerdist em uma revelação exclusiva que quando o jogo for lançado, Braga será o primeiro personagem jogável adicionado ao o jogo em seu próprio pacote de expansão que apresenta detalhes de seu próprio arco de história em quadrinhos e até mesmo um novo chefe para os jogadores lutarem. Também recebemos esta revelação exclusiva de seu próprio design de peça de jogo:

Jogos Deep Water

A mecânica de jogo do deck de Braga vai depender de sua habilidade de atacar no campo de batalha. Mas também fará uso de sua inteligência. O jogo oferece a ela um conjunto de habilidades táticas que permite aos jogadores abrir caminho no campo de batalha para chegar ao prêmio principal. Então, não muito diferente de sua adesão ao Rat Queens, ela pode chegar um pouco atrasada para a festa, mas quando ela chegar lá vai sair balançando.

O que mais nos atraiu para Braga como personagem, ainda mais do que a força do seu grande machado, foram os momentos em que ela desprezava o próprio intelecto. Não como se ela duvidasse, mas como se tivesse medo disso. Ela lamentaria ser melhor com uma espada do que com uma frase; mas é fácil imaginar que Braga pode ter sido um Bardo melhor do que um Bárbaro se os dados tivessem caído de forma diferente.

Apesar de ser o membro mais brutal da equipe, ela rivaliza com Betty como a Rainha dos Ratos com mais coração. Como observamos, as Rat Queens rapidamente se tornam a casa exata que Braga sempre desejou. Parece provável que ela permaneceria com eles para sempre, treinando novos membros e servindo como uma espécie de mãe de covil.

Mais informações sobre Rat Queens: To the Slaughter, a próxima campanha Kickstarter será anunciada em breve e pode ser acompanhada no site oficial. O volume final da série de quadrinhos Rat Queens será lançado em 7 de abril.

Imagem em destaque: Deep Water Games

Riley Silverman é uma escritora contribuinte nerdista. Ela pode ser encontrada em Twitter e Instagram. Seu álbum de comédia ‘Intimate Apparel’ está disponível digitalmente online.