Dragon Ball Super ainda tem um longo caminho para alcançar o nível Dragon Ball Z

Para os entusiastas de anime, a dicotomia entre Dragon Ball Z e seu sucessor, Dragon Ball Super, desperta discussões acaloradas.

A jornada do legado icônico de DBZ aos avanços inovadores de Super forma uma narrativa cativante dentro da comunidade de anime.

Goku (créditos: Animação Toei)

Evolução gradual de Dragon Ball Super: libertando-se das sombras

Em sua infância, Dragon Ball Super encontrou críticas por seguir muito de perto os passos formidáveis ​​​​de DBZ. Os arcos iniciais, notadamente Beerus e Golden Frieza Sagas, enfrentaram acusações de falta do frescor esperado de uma sequência.

Porém, com o tempo, Super se livrou do peso das comparações e embarcou em suas próprias aventuras narrativas. Arcos como Granolah e Moro mostraram o potencial da série para se manter independente, conquistando gradualmente os céticos.

A primeira vez de Goku se transformando em Super Saiyan (Créditos: Toei Animation)

Arco do personagem de Goku: desvendando camadas ou enfrentando a regressão?

Uma lente crítica se volta para o arco do personagem de Goku, a pulsação do universo Dragon Ball. DBZ retratou com maestria o crescimento de Goku da inocência à sabedoria, uma trajetória que levou o Saiyajin a patamares sem precedentes. Em Dragon Ball Super, a dinâmica do personagem de Goku evoca opiniões variadas.

Apesar do novo poder, ecos da ignorância juvenil ocasionalmente ressurgem, provocando debates sobre a consistência do caráter. Instâncias, como a falta de familiaridade de Goku com a meditação, criam ondas no conjunto de práticas estabelecidas.

Goku (créditos: Animação Toei)

Dinâmica do enredo: sinfonia narrativa de DBZ vs. exploração orientada por arco de Super

O brilho narrativo de DBZ, sintetizado por arcos de história coesos e relações de personagens intrincadamente tecidas, continua a ser uma pedra angular na história do anime. As Sagas Saiyan e Namek são modelos de narrativa carregada de emoção.

Dragon Ball Super,…

Autor